domingo, 8 de março de 2015

Jacaré, no Dia Internacional da Mulher, saúda as mulheres guerreiras e com Clara Nunes pede passagem



Em março de 2010, Jacaré saudou o Dia Internacional da Mulher com Portugal, Angola e Timor Leste.

Em 2015, Jacaré junta com todo esse mundo uma homenagem à todas as mulheres guerreiras com Clara Nunes na Avenida na graça do estandarte a derramar arte.

È cheiro de mato, é terra molhada
É Clara Guerreira, lá vem trovoada




Em Portugal no Porto:

Pão e rosas». O pão da estabilidade económica, as rosas da qualidade de vida. Eram estes os propósitos da manifestação das mais de 14 mil mulheres, em Nova Iorque, em 1908. Mais de 100 anos depois, muito mudou, mas muito se manteve. Hoje, ser-se mãe e trabalhadora continua a levantar dificuldades. Sacrificam horas de sono em favor da companhia dos filhos, perdem oportunidades de promoção profissional para serem mães. Dia 8 de Março há várias actividades, para assinalar o Dia Internacional da Mulher.



Em Angola

"Jazz Mulher", que decorrerá em Março, é especialmente dedicado à inclusão da Mulher no mundo do Jazz e inclui um conjunto diversificado de iniciativas culturais que decorrerão em Luanda e no Lubango com "Afrikkanitha, que é a mais jazzy cantora angolana, mulher de grande futuro.".



No Timor Leste




História do 8 de março

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).



Faça amor, não fça a guerra 


Make love, not war,
I know you've heard it before.
Make love, not war,
I know you've heard it before.

Love is the answer,
And you know that it's true, oh yeah, oh yeah.




e hoje, deixe a sizudez em casa e distribua flores, vestindo lilas


segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Bailes do Jacaré foram demais de bons , com vermute e amendoim - 4.o clichê


Carnaval nem amores têm ordem, acontecem. O acaso tem sempre a última palavra, assim falou Simone de Beauvoir


Então no Bloco do Jacaré não tem sequência, tem confetes ao som de Ângela Maria

Confete
Pedacinho colorido de saudade
Ai, ai, ai, ai,
Ao te ver na fantasia que usei
Confete
Confesso que chorei
Chorei porque lembrei
Do carnaval que passou
Daquela Colombina que comigo brincou

   
Tem jacarés, em par a cantar o Hino do Bloco

Vem, vem ver o nosso Bloco esquina acontecer
Participando dessa festa popular
Que engrandece a memória do lugar

E que se exploda o Bar do Costa
Em rio de piranha, jacaré nada de costa

Tem torresminho, tem quiabo e tem giló
Tem fantasia  e boemia da melhor
Tou ancorado nessa minha grande Vila
Que canta samba e jamais sequer vacila

A cerveja tá gelada, abre uma e é para já
Essa turma é da pesada e eu também quero brincar


Tem criança pirata

 Tem par de latas

Tem amigos sempre elegantes e presentes


 Tem par de japinhas com chapéu de pirata que sumiu
 

Tem Simone Lial, sensacional


Tem Pecê Ribeiro abençoado por São Jorge


Tem o showzaço da nossa Rainha do Bloco




Tem o melhor pé de valsa da Vila


Tem noiva

Tem azaração pela marinheira



Tem mineirice

Tem Justerini & Brooks na comemoração de viuvado



Tem par de máscaras


Tem papagaio de pirata com viúva


Mário de Andrade reparou que a Viuvita tinha duas alianças:

Ela era mesmo bonita, muito moça
Esperando autobonde sozinha na esquina
Todos os homens a encaravam sem respeito, desejando

Vai, p'ra se livrar de tanta amolação
Ela fez esse gesto de moça que arranja chapéu
Só para mostrar a defesa que tinha no dedo, uma aliança.
A moça esqueceu que tinha duas alianças no dedo...
Por causa disso os homens se aproximaram mais.

Tem o diretor de harmonia


Tem aquecimento no Gato de Botas



Tem baile infantil









Tem decoração psicodélica


Tem grupo musical da melhor qualidade




Tem a chegada da rainha na galera do pirata da perna de pau


Tem sorrisos lindos de mulher


 Tem muito samba e charme nas cadeiras






Tem o estandarte bem guardado que até ouviu estrelas na voz do Luciano

Ora direis ouvir estrelas
Estrela como Vila Isabel
Com Lamartine e Ary Barroso como tema
Os convidados esse ano por Noel

No limiar do infinito
Das canções no berço samba
Que enchem de emoção 

O Jacaré se encontra com o destino
Com essa saudade que invade o coração

No Tabuleiro da Baiana, Aquarela do Brasil
O Teu cabelo não nega, 
Sambas e marchas que todo povo aplaudiu



E do Bloco do Jacaré fez-se o carnaval.

E no carnaval, Noel e Lamartine deixaram Ary de fora e foram tomar vermute com amendoim:

Um pierrô apaixonado
Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina
Acabou chorando, acabou chorando
A colombina entrou num butiquim
Bebeu, bebeu, saiu assim, assim
Dizendo: pierrô cacete
Vai tomar sorvete com o arlequim
Um grande amor tem sempre um triste fim
Com o pierrô aconteceu assim
Levando esse grande chute
Foi tomar vermute com amendoim

Tupi or not tupi - This is the question




quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Batalhas de confete do Jacaré 2015 - amanhã, sexta treze, com bailes infantil e adulto


Respeitável público, a festa vai começar:

Visconde de Abaeté com Torres Homem
Vila Isabel

Sexta feira - 13 de fevereiro

Baile infantil : de 18 às 20 horas

Baile adulto : de 20 às 23 horas


Alô criançada, e adultada: Tem gato na tuba

Todo domingo havia banda
No coreto do jardim 
E já de longe a gente ouvia
A tuba do Serafim...
Porém um dia entrou um gato
Na tuba do Serafim
E o resultado
Dessa "melódia"
Foi que a tuba tocou assim:

Pum...pum...pum... (miáu)
Pum pu ru rum pum pum... (miáu)
Pum...pum...pum... (miáu)
Pum pu ru rum pum pum...



                                                   

Os bailes serão à fantasia, como acima se vê, usando somente uma casca de banana
                                                        
                                                           Chiquita Bacana lá da Martinica
Se veste com uma
Casca de banana nanica

Chiquita Bacana lá da Martinica
Se veste com uma
Casca de banana nanica

Não usa vestido, não usa calção
Inverno pra ela é pleno verão
Existencialista (com toda razão!)
Só faz o que manda o seu coração



Ô esquindô lá lá
Ô esquindô lê lê
Olha só quem vem lá
É o Saci-Pererê

Nossa festa será no dia 13 com Saci e Tudo e para tal Jacaré encomendou ao Ziraldo uma decoração especial.

lendas e mistérios da Amazônia
Cantamos neste samba original
Dizem que os astros se amaram
E não puderam se casar
A lua apaixonada chorou tanto
Que do seu pranto nasceu o rio-mar

E dizem mais
Jaçanã
Bela como uma flor

Certa manhã viu ser proibido o seu amor
Pois um valente guerreiro
Por ela se apaixonou
Foi sacrificado pela ira do Pajé
E na Vitória-Régia
Ela se transformou
Quando chegava a primavera
A estação das flores
Havia uma festa de amores
Era a tradição das amazonas
Mulheres guerreiras
aquele ambiente de alegria
Terminava ao raiar do dia



quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Problemas com os camelos no sertão fazem Jacaré sobrestar o almoço árabe - não será mais no domingo 25 de janeiro.


Todas as epeciarias que viriam para a festa-almoço cairam nas areias do sertão cearense, por atentado, acidente ou gingado.

Vendo a dura cena, a Imperatriz Leopoldinense assim cantou:
                            
Balançou, não deu certo não
Pois não passou de ilusão
Eles trouxeram o balanço do deserto
Mas não é o gingado certo
Pra cruzar o nosso chão



Embalada pelo lindo samba, a Imperatriz assim dançou para alegrar o Jacaré:

Ecoam pelo ar
Estórias de tesouros escondidos
Sou poeta da canção
E embarco nesse sonho encantado
Vou com destino ao Ceará
Em busca de um novo Eldorado



Como o camelo tombou na areia, Jacaré entrou no barato e o samba seguiu no Canto de Areia

Não sei se é conto de areia
Ou se é fantasia
Que a luz da candeia alumia
Pra gente contar

Um dia morena enfeitada
De rosas e rendas
Abriu seu sorriso de moça
E pediu pra dançar

A noite emprestou as estrelas
Bordadas de prata
E as águas de Amaralina
Eram gotas de luar.

Calmamente, à espera de outras notícias, Jacaré abre um livro de Fernando Pessoa e recita intimamante

No baile em que dançam todos
Alguém fica sem dançar.
Melhor é não ir ao baile
Do que estar lá sem estar.



Cantigas de portugueses
São como barcos no mar —
Vão de uma alma para outra
Com riscos de naufragar.

A caixa que não tem tampa
Fica sempre destapada
Dá-me um sorriso dos teus
Porque não quero mais nada.

No baile em que dançam todos
Alguém fica sem dançar.
Melhor é não ir ao baile
Do que estar lá sem estar.


Vale a pena ser discreto?
Não sei bem se vale a pena.
O melhor é estar quieto
E ter a cara serena.


Tenho um relógio parado
Por onde sempre me guio.
O relógio é emprestado
E tem as horas a fio.


Aquela senhora velha
Que fala com tão bom modo
Parece ser uma abelha
Que nos diz: "Não incomodo".


Não digas mal de ninguém,
Que é de ti que dizes mal.
Quando dizes mal de alguém
Tudo no mundo é igual.


Quando vieste da festa,
Vinhas cansada e contente.
A minha pergunta é esta:
Foi da festa ou foi da gente?


Tenho uma pena que escreve
Aquilo que eu sempre sinta.
Se é mentira, escreve leve.
Se é verdade, não tem tinta.


Deixaste cair a liga
Porque não estava apertada...
Por muito que a gente diga
A gente nunca diz nada.


Não há verdade na vida
Que se não diga a mentir.
Há quem apresse a subida
Para descer a sorrir.


Santo Antônio de Lisboa
Era um grande pregador
Mas é por ser Santo Antônio
Que as moças lhe têm amor.


Tem um decote pequeno,
Um ar modesto e tranqüilo;
Mas vá-se lá descobrir
Coisa pior do que aquilo!


Aquela loura de preto
Com uma flor branca no peito,
É o retrato completo
De como alguém é perfeito.


No aguardo de novas notícias do comando geral

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Pratos árabes de Jacaré com mangueira - domingo agora, 25 de janeiro, na esquina às 14 horas - Foi a ordem que ele deu


Ala, la ô, ô, ô,  ô, ô

Jacaré acordou cantando assim e anunciando as delícias, todas feitas por mãos jacarenses.


E de 1941, veio Carlos Galhardo cantar para a chamada da água

Allah-la-ô, ô ô ô, ô ô ô ôMas que calor, ô ô ô, ô ô ô

Atravessamos o deserto do Sahara
O sol estava quente,
queimou a nossa cara

Viemos do Egito
E muitas vezes nós tivemos que rezar
Allah-Allah-Allah,
meu bom Allah
Mande água pra Ioiô
 Mande água pra Iaiá
Allah, meu bom Allah
 
Beth Carvalho, sabendo da festa fez questão de cantar Allah-la-ô também

  Mesa oásis  feita por Magrite para nossa festa - desde 1925


No almoço festa-canção será possível conhecer as iguarias e diferenciarias entre um Oásis e uma Vereda, essa por Graciliano Ramos.

Num oásis recita-se Rubayat

"Debaixo de um arbusto o pão e uma garrafa de vinho e meus poemas

Tudo que preciso

E tu, que do meu lado cantas um deserto e o deserto se torna então no paraíso"





- Se entrega, Corisco!
- Eu não me entrego, não!
Eu não sou passarinho
Pra viver lá na prisão
Não me entrego ao tenente
Não me entrego ao capitão
Eu me entrego só na morte
De parabelo na mão
(Mais forte são os poderes do povo!)

O sertão vai virar mar
E o mar vai virar sertão


Nosso almoço será também um oásis ou vereda, como queiram, pois teremos banho de mangueira. 

Foi a ordem que ele deu
e cumpriremos 


Venham todos !
Tragam seus camelos !